Utilização de biomassas como combustível na produção de cimento Portland

  • Gabriela Fernanda Moraes dos Santos O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- Campus Suzano
  • Barbara Ferreira Massanares O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Suzano
  • Alana Melo dos Santos O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Suzano

Abstract

O cimento é largamente utilizado nas construções civis de grande e pequeno porte em todo o mundo e sua produção é responsável pela grande emissão de diversos poluentes para o meio ambiente devido a queima de combustíveis fósseis na etapa de aquecimento dos fornos. Desta forma, grandes potências mundiais vêm estudando alternativas para minimizar os impactos ao meio ambiente relacionados a essa poluição. Uma metodologia que vem sendo explorada é a substituição da utilização de combustíveis fósseis no aquecimento dos fornos por combustíveis renováveis, como o carvão vegetal e as biomassas que possuam características físico-químicas semelhantes à do coque e do carvão mineral. O presente trabalho objetiva avaliar alguns tipos de biomassa origem agrícola de diversos segmentos que possam ser utilizadas como combustível ou parte do mesmo na produção de cimento Portland. A avaliação foi realizada com base no poder calorífico de cada biomassa, comparando-o com o do carvão mineral utilizado em fornos, bem como através de uma análise econômica e logística do material renovável. A coleta de dados foi realizada por meio de pesquisa bibliográfica em dissertações e artigos publicados em revistas e convenções, resultando em projeções satisfatórias da utilização de biomassas.

Author Biographies

Gabriela Fernanda Moraes dos Santos, O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- Campus Suzano
Gabriela Fernanda Moraes dos Santos é aluna do curso de tecnologia em Processos Químicos no Instituto Federal de São Paulo desde Janeiro de 2016. Realizou estágio na Clariant, realizando projetos e melhorias na planta química  no período de junho de 2016 até junho 2018, tendo como projeto principal a reutilização dos condensados para o aquecimento de reatores e tanques, que gerou uma economia de vapor de 50 mil reais/mensais. Atualmente é estagiária na empresa Intertox, onde atua na área de Service Desk.
Barbara Ferreira Massanares, O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Suzano
Barbara Ferreira Massanares é aluna do curso de tecnologia em Processos Químicos no Instituto Federal de São Paulo desde Janeiro de 2016. Realizou estágio na CNEN/IPEN- Comissão Nacional de Energia Nuclear no período de maio de 2016 até março 2018, tendo como projeto a continuação da caracterização de amostras provenientes da produção de biodiesel com catalisador homogêneo e a produção de biodiesel com catalisador heterogêneo, ambos sendo aquecidos por irradiação via micro-ondas.Atualmente é estagiária no curso pré-vestibular Maximize, onde atua como plantonista na área de química.
Alana Melo dos Santos, O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Suzano
Docente EBTT no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Campus Suzano). Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Alagoas e Mestrado e Doutorado em Engenharia Química pela COPPE, Universidade Federal do Rio de Janeiro, com experiência em processos de separação com membrana.Foi a orientadora deste artigo.

References

ALFA LAVAL AALBORG INDUSTRIES. Catálogo de poder calorífico inferior. Petrópolis, RJ. Disponível em: http://www.aalborg-industries.com.br/downloads/poder-calorifico-inf.pdf. Acesso em: 23 de março de 2018.
ALVES, D. A. de H. Avaliação do potencial energético de resíduos de produção agrícola provenientes do beneficiamento da mandioca e do milho. 2014. 80 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Unidade Federal de Alagoas. Centro de Tecnologia. Maceió, 2014.
AZUAGA, D. Danos ambientais causados por veículos leves no Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciências em Planejamento Energético) - Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, 2000.
BARBOSA, I. R. et al. Caracterização do potencial energético de biomassas. In: ANAIS DO CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA QUíMICA, 2016, . Anais eletrônicos...Campinas, GALOÁ, 2018. Disponível em: Acesso em: 10 mar. 2019.
BARROS, P.L.C de. Resíduos florestais e as implicações da reserva legal. Disponível em: . Coordenado por Inocêncio de Sousa Gorayeb - Belém: RM Graph, 2008.: A Mata que vira carvão, por Paulo Contente, Prof. da UFRA 273 - 276p.
BRAGA, B. et al. Introdução à engenharia ambiental. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 318 p., 2005.
BRINGHENTI, L.; CABELLO, C. Qualidade do álcool produzido a partir de resíduos amiláceos da agroindustrialização da mandioca. Revista Energia na Agricultura, Botucatu, v. 20, n. 4, p. 36-52, 2005.
BRITO, J. O. et al. Avaliação das características dos resíduos de exploração florestal do eucalipto para fins energéticos. Circular Técnica IPEF, Piracicaba, n. 62, 1979.
CANTIZANI, P. A. et al. Estudo comparativo do poder calorífico da biomassa adquirida de terceiros com a casca de Eucalyptus descartada nas florestas para geração de energia térmica e elétrica. Integrada, Revista Científica FACOL/ISEOL, São Paulo, 1. ed., p. 240-251, 2016.
CARDOSO, B. M. Uso da Biomassa como Alternativa Energética. 2012. 94 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, 2012.
CARDOSO, M. S.; GONÇALEZ, J. C. Aproveitamento da casca do coco-verde (Cocos nucifera L.) para produção de polpa celulósica. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 26, n. 1, p. 321-330, jan.-mar., 2016.
CARRIJO, O. A., LIZ, R. S.; MAKISHIMA, N. Fibra da casca de coco verde como substrato agrícola. Horticultura Brasileira, v. 20, n. 4, p. 533-535. 2002.
CORRÊA, H. Raspa de mandioca em nível de fazenda. Inf. Agropec, Belo Horizonte, v. 13, p. 58-61, 1987.
CORTEZ, L. A. B.; LORA, E. E. S.; AYARZA, J. A. C. Biomassa no Brasil e no mundo. In: Biomassa para energia. Campinas: Ed. Unicamp, 2008.
COUTO, H. T.Z.; BRITO, J. O. Inventário de resíduos florestais. Série Técnica IPEF, Piracicaba, v. 1, n. 2, p. A.1-A.13, jul.1980.
CUENCA, M. A.; MARTINS, C. R.; JESUS JUNIOR, L. A. Estatística da Produção de Coco. 2011. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2019.
CUIPING, L. et al. Chemical Elemental Characteristics of Biomass Fuels In China. Journal of Biomass & Bioenergy, Amsterdam, v. 27, n. 2, p. 119-130, 2004.
FARIA, P. B. et al. Processamento da casca de mandioca na alimentação de ovinos: desempenho, características de carcaça, morfologia ruminal e eficiência econômica. R. Bras. Zootec., Piracicaba, v.40, n.12, p.2929-2937, 2011.
GIUSTI, R. J. Panorama do Coprocessamento Brasil 2016. Associação Brasileira de Cimento Portland, São Paulo, 01 dez. 2016. Disponível em: < http://coprocessamento.org.br/destaque-home/panorama-do-coprocessamento-brasil-2015>. Acesso em: 7 set. 2017.
IBERO MASSA FLORESTAL LTA. Projeto nº 34001: Estudo do potencial energético de calor de cada biomassa/resíduo agrícola e vegetal. ENGASP. São Paulo, 2014.
JÚNIOR, R. A. R. Análise da viabilidade do aproveitamento da palha da cana de açúcar para cogeração de energia numa usina sucroalcooleira. 2009. 164 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira – UNESP, Ilha Solteira. 2009.
KIHARA, Y.; VISEDO, G. A indústria do cimento e o desenvolvimento do Brasil. Associação Brasileira de Cimento Portland, 2014. Disponível em :< http://www.abcp.org.br/cms/imprensa/a-industria-do-cimento-e-o-desenvolvimento-do-brasil/>. Acesso em: 7 set. 2017.
KOOPMANS, A.; KOPPEJAN, J. Agricultural and forest residues: generation, utilization and availability. In: REGIONAL CONSULTATION ON MODERN APPLICATIONS OF BIOMASS ENERGY, Malasia: FAO: Kuala Lumpur, 23 p. 1997.
LECHTENBERG, D. The Use of Alternative Fuels in the Cement Industry of Developing Countries – an opportunity to reduce production costs? Cement International 7, no. 2:66- 70, 2009.
MARQUES, J. A. et al. Avaliação da mandioca e seus resíduos industriais em substituição ao milho no desempenho de novilhas confinadas. R. Bras. Zootec., Piracicaba, v. 29, n. 5, p. 1528-1536, 2000.
MURRAY, A.; PRICE, L. Use of Alternative Fuels in Cement Manufacture: Analysis of Fuel Characteristics and Feasibility for Use in the Chinese Cement Sector. Ernest Orlando Lawrence Berkeley National Laboratory: Berkeley, 2008.
OLIVEIRA, A. F. S. Avaliação energética da biomassa do bagaço da cana-de-açúcar em diferentes indústrias sucroenergéticas. 2014. 80 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Produção) – Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA, São José dos Campos. 2014.
PADILLA, E. R. D. et al. Produção e Caracterização Físico-Mecânica de Briquetes de Fibra de Coco e Palha de Cana –de-Açúcar. Revista Virtual Química, Niterói, v.8, n.5, p.1334-1346, 2016.
PROTÁSIO, T. P.; BUFALINO, L.; TONOLI, G. H. D. Relação entre o poder calorífico superior e os componentes elementares da biomassa. Pesq. flor. bras., Colombo, v. 3, n. 66, p. 113-122, 2011.
RAHMAN, A. et al. Impact of alternative fuels on the cement manufacturing plant performance: an overview. Procedia Engineering, Amsterdã, v. 56, p. 393 - 400, 2013.
RAVEENDRAN, K.; GANESH, A.; KHILAR, K. C. Influence of mineral matter on biomass pyrolysis characteristics. Fuel, Amsterdam, v. 74, p. 12-22, 1995.
ROSA, M. F. et. al. Caracterização do pó da casca de coco verde usado como substrato agrícola. Comunicado Técnico, 54. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, p. 6. 2001.
ROVIERO, J. P. et al. Poder calorífico da palha e do bagaço de cana após pré-tratamento e hidrólise. In: SIMPÓSIO DE TECNOLOGIA AMBIENTAL E DE BIOCOMBUSTÍVEIS. CIENCIA & TECNOLOGIA, 2018, Jaboticabal. Anais..., Jaboticabal: Fatec-JB, 2018, v. 10, p. 37- 42, 2018.
SALAZAR, R. F. S.; SILVA, G. L. P.; SILVA, M. L. C. P. Estudo da composição da palha de milho para posterior utilização como suporte na preparação de compósitos. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA QUÍMICA EM INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2005, Lorena. Anais..., Lorena: Faculdade de Engenharia Química de Lorena (FAENQUIL), 2005. p.7.
SANTOS, L. R. O. et al. Produção de combustíveis sólidos a partir da palha da cana-de-açúcar e braquiária. Revista Brasileira de Energias Renováveis, Palotina, v.7, n.2, p.266-279, 2018.
SCHINDLER, A. K. et al. Alternative Fuel for Portland Cement Processing. Auburn University (U.S. Department of Energy), set. 2012.
SCHMIDT, M. et. al. Blended Cements in ‘Innovations in Portland Cement Manufacturing’ (Ed.) JI Bhatti, F MacGregor, SH Kosmatka, Portland Cement Association, Skokie, Illinois. p. 1107-1148, 2004.
SILVA, A. L. F. Compostagem de casca de mandioca e seus efeitos sobre as propriedades químicas e biológicas do solo. 2010. 98 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre - UFAC, Acre. 2010.
SILVA, A. M.; BENTES, M. A.; MEDRADO, S. B. Estudo da utilização da biomassa em substituição parcial ao carvão mineral na fabricação do coque na coqueira da CSN. Revista Tecnologia em Metalurgia e Materiais, São Paulo, v. 5, n. 1, p.40-45, 2011.
Sindicato Nacional da Indústria do Cimento. Relatório anual 2010. Rio de Janeiro, 2010.
Sindicato Nacional da Indústria do Cimento. Relatório anual 2012. Rio de Janeiro, 2012.
SOUZA, B. D. Estudo do uso de carvão vegetal no sistema de aquecimento dos fornos de produção do clínquer de cimento portland. Resumo do relatório PIBIC – Pontifícia Universidade Católica, Departamento de Engenharia de Materiais - PUC-RIO, Rio de Janeiro, 2011.
TEIXEIRA, E. C; FELTES, S; SANTANA, E. R. R. Estudo Das Emissões De Fontes Móveis Na Região Metropolitana De Porto Alegre, Rio Grande Do Sul. Química Nova, São Paulo, v. 31, p. 244, 2008.
TEIXEIRA, S. T. et al. Reciclagem Agrícola de Manipueira e Casca de Mandioca. Comunicado técnico, 179. Rio Branco, AC: Embrapa Acre, p. 6. 2011.
VAKKILAINEN, E.; KUPARIEN, K.; HEINIMÖ, J. Large Industrial Users of Energy Biomass. IEA Bioenergy. Task 40: Sustainable International Bioenergy Trade. Lappeenranta University of Technology, Finlândia, 2013.
VALE, A. T.; DANTAS, V. F. S.; ZAMBRZYCKI, G. C. Potencial Energético dos Resíduos da Cultura do Milho (Zea mays). Evidência, Joaçaba, v. 13, n. 2, p. 153-164, jul./dez 2013.
Published
2019-06-29
How to Cite
Moraes dos Santos, G. F., Massanares, B. F., & dos Santos, A. M. (2019). Utilização de biomassas como combustível na produção de cimento Portland, 12(2), 18. https://doi.org/10.22280/revintervol12ed2.440